Bagé: TRE cassa mandatos de vereadores infiéis

TRE cassa mandatos de vereadores infiéis em Bagé

Para Raul Pont, presidente do PT gaúcho, a determinação do TRE da perda de mandato de dois vereadores de Bagé, anunciada na quinta-feira (14/6), fortalece os partidos políticos. “A importância da consolidação da jurisprudência dos Tribunais Regionais Eleitorais, retirando os mandatos de vereadores que saem sem razão justificada, mas por pura infidelidade, ou descumprimento das decisões partidárias tem relevância significativa no fortalecimento dos partidos políticos. É um grande passo para consolidarmos verdadeiros partidos com democracia e respeito ás decisões coletivas”, disse Pont.

Adriana Lara Dias (PTB) e Edegar Franco de Franco (PR), que foram eleitos pelo PT, foram penalizados por desfiliação e troca de partido ao longo do mandato sem justificativa prevista na legislação. “Infelizmente a prática brasileira sempre foi marcada pelo predomínio do oportunismo, interesses individuais e da troca de partidos para interesses personalistas. A decisão do TRE no caso de Bagé reforça a importância desta jurisprudência e cumpre grande papel no fortalecimento partidário e no aperfeiçoamento democrático do país”, salienta.