NH: Luís Lauermann será o candidato do PT à prefeitura

Confirmação ocorreu no domingo(10)/2) com entrevista coletiva.

Após mais uma derrota na Justiça, o ex-prefeito de Novo Hamburgo, Tarcísio Zimmermann desistiu de concorrer à reeleição. Neste domingo, o PT confirmou que Luís Lauermann concorrerá à prefeitura da cidade do Vale do Sinos. A decisão foi anunciada nesta tarde, em entrevista coletiva. O vice da chapa será Roque Serpa (PTB).

A opção por Lauermann marcou o fim da disputa judicial travada por Zimmermann para disputar o pleito marcado para o dia 3 de março. No sábado, o juiz eleitoral Geraldo Brandeburski Júnior indeferiu a candidatura do ex-prefeito por considerar que ele foi o causador da impugnação da eleição de outubro do ano passado.

— Considero um exagero do judiciário, com uma interpretação estreita e punição severa. Mesmo assim, já tínhamos alinhavado a candidatura do Lauermann — criticou Zimmermann.

A legislação impede que o agente da anulação do pleito seja candidato novamente. Em outubro, o ex-prefeito concorreu sem registro e conquistou 53,21% dos votos. Como a eleição foi impugnada, acabou sendo necessário reeditar a eleição na cidade.

Mesmo sem poder concorrer, o governo de Zimmermann será frequentemente lembrado pelo novo candidato. Lauermann se disse “orgulhoso e alegre” do trabalho feito pelo colega de partido e apontou que dará continuidade e “aprofundará as vitórias da gestão”.

Mais: Zimmermann deverá estar ligado diretamente à futura administração em caso de eleição do petista. Durante a entrevista coletiva, Lauermann anunciou que contará com Tarcísio Zimmermann como secretário da Saúde do município se for eleito.

— Terei a alegria de ter um prefeito da qualidade do Tarcísio ao meu lado para continuar o projeto que consideramos exitoso — comentou o novo candidato.

Ainda no domingo, Lauermann esteve no cartório eleitoral para substituir a chapa. Segundo ele, o trabalho burocrático está sendo resolvido para que tudo ocorra com normalidade na eleição.

Seu vice, Roque Serpa, concorreu a vereador em outubro, acabando como suplente. Ele é agente comunitário em dependência química, Conselho Municipal de Entorpecentes e conselheiro familiar. Em seu site, escreveu que recebe o convite para a vice-prefeitura “com muita honra e responsabilidade”.

Lauermann vai enfrentar na urna o peemedebista Paulo Kopschina, que, ao lado de Lorena Mayer (PDT) teve o registro de candidatura confirmado neste sábado.

ENTREVISTA

“Queremos tirar a imagem da eleição no tapetão” Candidato à prefeitura de Novo Hamburgo, Luís Lauermann

Zero Hora: Como o senhor participou dessa decisão de concorrer?

Luís Lauermann: É uma contradição brutal. Depois de quatro anos de gestão, o prefeito Tarcísio não tem um único apontamento, uma única denuncia de corrupção ou mau uso do dinheiro público. A lei da ficha limpa veio justamente para coibir os atos da velha política, do clientelismo. Contraditoriamente, o prefeito exemplar no ponto de vista da ética e do trabalho é punido. Discordamos da decisão. Mas decidimos não buscar recurso porque queremos tirar do cenário do tapetão e da disputa judicial o processo eleitoral da cidade.

Zero Hora: O senhor pretende vincular sua campanha à administração de Zimmermann?

Luís Lauermann: Sem dúvida. Com alegria que vinculo. Fizemos uma campanha ano passado e neste ano, apresentando os resultados da administração do Tarcísio. Estamos apresentando a continuidade deste trabalho e um aprofundamento. Avançamos significativamente e faremos mais nos próximos quatro anos. Temos prioridades claras: queremos qualificar o atendimento na saúde, aumentar a participação municipal na segurança, retomar nosso parque tecnológico e investir no turismo de negócios.

Zero Hora: A saída do Tarcísio e a inclusão de seu nome poderá aumentar os votos válidos na eleição de março?

Luís Lauermann: Tivemos um alto índice, maior do que a média do Estado, de votos brancos e nulos, por causa da incerteza jurídica de uma parte importante da nossa população. Acabou a incerteza, acabou a dúvida. Eu represento a continuidade do projeto do prefeito Tarcísio com o compromisso de aprofundar essa experiência exitosa.

Com Diário Gaúcho e ZH