Governador abre reunião do diretório

DR 20 04 (480x321)

O Governador Tarso Genro abriu a reunião do Diretório do PT na manhã de sábado (20), fazendo uma  avaliação do governo do Estado sob a ótica das regiões. Várias iniciativas e programas estaduais foram tratados e esclarecidos no seu funcionamento e acesso para os municípios.

O RS MAIS, recentemente lançado no Estado com a presença de ministros e da presidente Dilma, foi destaque nas falas dos dirigentes.  O fácil acesso aos recursos pelas prefeituras através do Cadastro Único para Programas Sociais, que identifica as famílias carentes para a liberação dos financiamentos previstos no programa, pautado durante explicação do Governador.

O fim da concessão de pedágios também foi pauta do diálogo entre o governador e os petistas, com a apresentação do novo modelo que prevê a extinção da praça de pedágio entre Caxias do Sul e Farroupilha, na Serra gaúcha, a criação de mecanismos permanentes de fiscalização pública e controle social que garantam plena transparência; a construção da Empresa Gaúcha de rodovias; a redução das tarifas; o dialogo com as comunidades para definir as prioridades de cada localidade onde há alteração de modelo e a destinação dos recursos arrecadados para as estradas.

O presidente do PT/RS Raul Pont encaminhou a pauta sobre a Reforma Política. Conforme Resolução aprovada pelo Diretório Nacional de 12 de abril 2013, o PT vai buscar 1,5 milhões de assinaturas para o “PROJETO DE LEI DE INICIATIVA POPULAR SOBRE A REFORMA POLÍTICA” que prevê: – o financiamento público exclusivo de campanhas políticas; – o voto em lista preordenada para parlamentares; – o aumento das candidaturas femininas e convoca uma assembleia constituinte exclusiva sobre a Reforma Política.  Pont reafirmou o compromisso do partido de viabilizar o Projeto de Lei, “como bandeira de nossa militância, em todos os recantos do Rio Grande, a Reforma Política é fundamental para garantir a democracia e a continuidade do nosso projeto para o Estado e o País”, ressaltou.

A direção estadual do PT também aprovou calendário de Plenárias Regionais para debater conjuntura, fazer o balanço dos governos Tarso e Dilma, preparar o Processo de Eleições Diretos do PT e as eleições de 2014. O calendário será aprovado pela Direção Executiva do PT. As reuniões programadas para nas 27 regionais do PT, organizadas no Estado, se realizarão em todos os finais de semana de maio e junho de 2013.