Saída do PDT faz parte do processo democrático, afirma Secretário da Casa Civil

Em entrevista coletiva concedida no sábado (07), no Palácio Piratini, o secretário da Casa Civil, Carlos Pestana, comentou o resultado da Convenção do Partido Democrático Trabalhista (PDT), que optou pela candidatura própria no pleito de 2014 e, consequentemente, a entrega dos cargos que ocupa no Executivo estadual. Pestana lamentou a decisão e destacou o importante papel desenvolvido pelo partido na atual gestão.

“O PDT foi um grande parceiro durante esses quase três anos de Governo, até porque a história do partido tem muita identidade programática com nosso projeto. Nós respeitamos essa escolha, que faz parte do processo democrático. A ideia é que a partir de agora seja estabelecido um prazo para a transição”, explicou.

Em relação aos projetos de lei que estão tramitando no Legislativo, Pestana afirmou ter convicção que os deputados do PDT não mudarão de posição em relação as propostas. “Os PLs foram construídos junto com os secretários e deputados estaduais do partido. Tenho convicção que serão aprovados”, destacou.

De acordo com Pestana, o secretário da Saúde, Ciro Simoni, informou que nesta segunda-feira (9) de manhã entregará pessoalmente, no Gabinete da Casa Civil, o seu pedido de desligamento da pasta. Além da Secretaria da Saúde, o PDT também tem a titularidade das Secretarias do Esporte e do Lazer e do Gabinete dos Prefeitos e Relações Federativas.