Artigo: RS cresce. É hora de investir por Marcelo Danéris

Publicado e ZH de 12 de fevereiro de 2014 1

O Rio Grande do Sul está retomando o crescimento econômico e social. O PIB cresceu o dobro do nacional, a produção industrial gaúcha obteve o melhor desempenho no país, com crescimento de 6,8%, o Estado retomou sua posição de terceiro Estado exportador, com safra recorde, e a região metropolitana de Porto Alegre tem o menor índice de desemprego do Brasil. Somos também o terceiro Estado que mais capta recursos do PAC e estão previstos mais de R$ 30 bilhões em investimentos privados.

Ao mesmo tempo, enfrentou temas importantes, como a reestruturação da Previdência e a renegociação da dívida com a União.

Além de amplos espaços de participação e diálogo social, o governo do Estado reorganizou o sistema financeiro que está à disposição dos empreendedores com Banrisul, Badesul, BRDE, integrados ao BNDES, cuja captação gaúcha é crescente e em 2013 atingiu 53% de aumento, evidenciando a confiança nesta nova fase de expansão e crescimento.

O desempenho do Estado reflete os resultados de políticas de indução do desenvolvimento, como a Política Industrial, a Sala do Investidor, o novo Fundopem, o Plano Safra Gaúcho, o RS Mais Renda e a valorização do salário mínimo regional.

O Executivo gaúcho finalizou o ano com R$ 1,4 bilhão em investimentos, utilizados, principalmente, para construções de rodovias e segurança pública, entre outras obras de infraestrutura. Em valores corrigidos, houve evolução de 25,2% sobre a média do período 2007-2010.

Sem aumentar impostos, o governo elevou a arrecadação do ICMS em 12,6% (maior crescimento do Sul e do Sudeste), somando R$ 24 bilhões, demonstrando acerto da política fiscal.

Como resultado desse trabalho, o governo gaúcho encerrou 2013 com uma conquista histórica, ao aplicar 12,3% em Saúde. Para a Educação, foram destinados R$ 7,1 bilhões ou 31,19%. Na Segurança Pública, foram gastos R$ 2,5 bilhões, e, em comparação ao período 2007-2010, houve um crescimento real de 27,8%.

No dia 19 deste mês, vamos debater no Conselhão essa nova fase de crescimento do RS com a participação do sistema financeiro gaúcho e o setor produtivo, tendo como convidados principais as federações empresariais. Queremos apresentar os programas do governo aos setores empreendedores e receber sugestões que permitam ampliar os investimentos e acelerar mais o crescimento iniciado em 2013. Diante destes dados positivos e animadores para nossa economia, chegou a hora de investir.

*Secretário-executivo do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social