PT vai ao MP, PF e processa Pedro Barusco por acusações infundadas

Estrelinhas (480x321)

Legenda protocolou ainda pedidos de sindicância nas corregedorias da Polícia Federal e Ministério Público por vazamentos seletivos de informações contra seus integrantes

O Partido dos Trabalhadores protocolou, nesta segunda-feira (23), duas interpelações judiciais contra o ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco. As ações foram protocoladas pelos advogados da direção nacional da legenda na Justiça Civil e na Criminal, no Rio de Janeiro.

Barusco está sendo processado por ter acusado o secretário de Finanças do PT, João Vaccari Neto, de intermediar a arrecadação ilegal de recursos para o partido.

Além disso, foram protocolados pedidos de sindicâncias na Corregedoria-Geral da Polícia Federal e na Corregedoria-Geral do Ministério Público Federal, em Brasília. As ações visam solicitar apuração nas corregedorias dos respectivos órgãos sobre os vazamentos seletivos e direcionados contra o PT.

As medidas foram anunciadas pelo presidente nacional do PT, Rui Falcão, em coletiva de imprensa no dia 11 de fevereiro.

Nesta terça-feira (24), os advogados encaminharão uma representação ao Ministério da Justiça para informar dar ciência às interpelações apresentadas às Corregedorias do Ministério Público Federal e da Polícia Federal.

DOC_Interpelação_Criminal_Barusco_DDG_LJBA-1

DOC 2_Interpelação_Civil_Barusco_DDG_LJBA

DOC 3_representação_policia-federal_RVD_LJBA

DOC 4 – 1ª-inicial