CONTRA A TERCEIRIZAÇÃO: PT gaúcho junto no protesto do dia 15 de abril

Caminhada PL 4330 1

O DIA 15 DE ABRIL
O PT SEMPRE NA LUTA COM A CLASSE TRABALHADORA

O PT, seus militantes e lideranças participaram da caminhada que movimentou Porto Alegre contra o PL da terceirização, convocada para esta quarta-feira (15/4). O partido em sua Resolução, aprovada pela direção, denuncia que está em curso o desmonte do mundo do trabalho no Brasil por meio da aprovação, na Câmara dos Deputados, do Projeto de Lei nº 4330 que autoriza empresas privadas a instituírem a terceirização do trabalho no nosso país. Diante desta afronta conservadora, o presidente do PT/RS também convoca as trabalhadoras e os trabalhadores para a próxima atividade organizada pelas centrais sindicais, no dia 1º de maio. Ary Vanazzi salienta, “o PT e seus militantes estarão em todas as ações promovidas em defesa dos direitos da classe trabalhadora, porque nossa história se confunde com estas lutas. Nascemos da organização dos trabalhadores nos sindicatos, nas pastorais, no movimento estudantil, nas universidades, lutando por mais direitos e nunca nos vergamos nas dificuldades, tenho certeza que o povo brasileiro reconhece isso no PT. Prova disso, é a nossa bancada (PT) no Congresso votando na sua totalidade contra a PL 4330”, conclui Ary Vanazzi.

Leia Resolução na íntegra:

TODOS ÀS RUAS EM 15 de abril –
CONSTRUINDO O 1º DE MAIO

 EM DEFESA:

*Da DEMOCRACIA

* Do DESENVOLVIMENTO

* Dos DIREITOS DOS TRABALHADORES!

 RESOLUÇÃO DA EXECUTIVA ESTADUAL – PT/RS

A Comissão Executiva Estadual do PT/RS, reunida em 13 de abril, CONVOCA toda a sua militância social e toda sua militância partidáriapara participar dos atos previstos para o dia 15 de abril na defesa da Democracia, do Desenvolvimento e dos Direitos dos Trabalhadores contra os intensivos ataques conservadores que vem sofrendo por parte da direita reacionária e golpista do País e que se faz representar no Congresso Nacional.

Nesse sentido, é fundamental que ocupemos as ruas das nossas cidades e, com muita visibilidade, denunciar que está em curso o desmonte do mundo do trabalho no Brasil por meio da aprovação, na Câmara dos Deputados, do Projeto de Lei nº 4330 que autoriza empresas, públicas e privadas, a instituírem a terceirização do trabalho no nosso país.

A TERCEIRIZAÇÃO DO TRABALHO SIGNIFICA:
1. O maior retrocesso no mundo do trabalho com o retorno das condições de exploração anteriores à CLT.
2. Abrir as portas ao TRABALHO ESCRAVO.
3. O fim dos CONCURSOS PÚBLICOS para ingresso no serviço público.
4. O aumento do DESEMPREGO.
5. A REDUÇÃO SALARIAL.
6. A ampliação e naturalização dos ACIDENTES DE TRABALHO.
7. A perda de todos os DIREITOS TRABALHISTAS conquistados ao longo de décadas de luta.

Diante de todos esses riscos concretos na vida daqueles que constroem a Nação brasileira, com o objetivo mesquinho de ampliação de lucros às custas da DIGNIDADE DO TRABALHO e dos TRABALHADORES, a CEE do Partido dos Trabalhadores do RS defende o #VETA DILMA, e que a Presidenta explique, por meio de Cadeia Nacional de Rádio e Televisão, o significado desse VETO ao povo brasileiro.

Conclama, ainda, a toda a sua base social para que se mantenha, de forma permanente a mobilizada em defesa na defesa da DEMOCRACIA, do DESENVOLVIMENTO e dos DIREITOS SOCIAIS E TRABALHISTAS diante das pautas conservadoras em curso no Congresso Nacional encampadas, de forma destacada, pelos seus respetivos presidentes e pelos Partidos que orientaram o voto de seus parlamentares contra os trabalhadores.

São tarefas do PT:
a) Orientar nossos vereadores, vereadoras, deputados e deputadas estaduais apresentem moções contra o PL 4330 e pelo Veto Presidencial a essa medida.
b) Organizar atos e manifestações nas diferentes cidades do Estado no dia 15 de abril.
c) Ocupar os meios de comunicação locais para esclarecer à população sobre as consequências da aprovação da Terceirização do trabalho.
d) Participar ativamente de atividades públicas convocadas por entidades e Centrai Sindicais em defesa do trabalho e dos trabalhadores.
e) Construir ações para uma grande mobilização no dia 1º de maio.

f) Divulgar, amplamente todos os Partidos que orientaram o voto pela precarização do trabalho no Brasil.
g) Denunciar, regionalmente, todos os parlamentares gaúchos que votaram pela TERCEIRIZAÇÃO, contra a
DIGNIDADE DO TRABALHO e dos TRABALHADORES, no nosso país.

 PARTIDOS QUE VOTARAM CONTRA O TRABALHO E OS TRABALHADORES:

PARTIDO

NÚMERO DE

DEPUTADOS

VOTARAM CONTRA OS DIREITOS DOS TRABALHADORES

PT

61

ZERO

PMDB

60

54

PSDB

46

44

PP

37

34

DEM

19

17

PDT

18

13

 foto: Lucio Bernardo Jr./ Câmara dos Deputados

Porto Alegre, 13 de abril de 2015.