Em Santa Catarina, Dilma inaugurou a ponte Anita Garibaldi

Ponte Anita e Dilma

Com 2.830 metros, a obra é uma das maiores do Brasil e vai melhorar o tráfego de veículos entre os estados das regiões Sul e os do Sudeste

 A presidente Dilma Rousseff esteve em Laguna (SC), nesta quarta-feira (15), para inaugurar uma das principais obras de transporte no Brasil. Os 2.830 quilômetros da ponte Anita Garibaldi vão melhorar consideravelmente o fluxo de veículos na rodovia BR 101, que liga os estados da região Sul ao Sudeste. “Com essa ponte, superamos todos os entraves para construir uma obra no Brasil”, disse a presidente, que esteve no local em maio de 2012 para assinar a ordem de serviços dos trabalhos. “É uma infraestrutura para garantir o crescimento da economia da região e a segurança de quem trafega [pela rodovia, a BR 101].”

Para a Presidenta, a obra da ponte Anita Garibaldi saiu num prazo de tempo mais curto graças à parceria da União com o governo estadual e ao Regime Diferenciado de Contratações (RDC). O modelo do RDC permite que um projeto tenha um processo simplificado e mais ágil para sair do papel.

Em seu discurso, a presidenta citou os projetos de rodovias em Santa Catarina que serão concedidos à iniciativa privada no Programa de Investimentos em Logística (PIL). Só no estado, devem ser investidos R$ 6,4 bilhões em três trechos. Também estão previstos R$ 4,5 bilhões de um projeto que envolve trechos de rodovias no Paraná.

Segundo ela, as concessões vão garantir o crescimento de Santa Catarina, que tem uma indústria forte. Os projetos incluídos no PIL são: as BRs 470 e 282, de Itajaí ao oeste do estado; a BR 280, de São Francisco do Sul a Porto União; e a BR 101, de Palhoça à divisa de Santa Catarina com o Rio Grande do Sul.

Retomada
Dilma usou a imagem das “pontes” para comentar o atual momento da economia brasileira que se encontra numa fase de ajustes para a retomada do crescimento. “Uma ponte une, junta energias e permite superar obstáculos [naturais]. Devemos construir pontes para superar dificuldades”, avaliou a presidenta.

Segundo a Presidenta, o Brasil se tornou mais forte nos últimos 13 anos, com melhor distribuição de renda, geração de empregos e crescimento da economia. “O Brasil irá voltar a crescer, a gerar mais ´pontes´ como essa”, disse.

Fonte:
Portal Brasil.