Nota das bancadas do PT, PCdoB, PTB e PSOL sobre mobilização dos servidores

Diante dos episódios ocorridos ao longo desta terça-feira (15) as bancadas do PT, PCdoB, PTB e PSOL na Assembleia Legislativa manifestam a seguinte opinião:

- O bloqueio do acesso à Assembleia Legislativa ao longo do dia aconteceu em consequência da falta de diálogo e da intransigência do governo Sartori, que se recusou a ouvir os insistentes apelos do movimento e das bancadas de oposição, para retirada da urgência dos projetos polêmicos;

- As bancadas de oposição, há vários dias, insistem na retirada da urgência e apelam para que o governo estabeleça o diálogo, não só com as entidades representativas do funcionalismo, mas também com os demais Poderes, buscando alternativas de consenso para a crise das finanças;

- É necessário reconhecer que o movimento é ordeiro e buscou, desde as primeiras horas da manhã, a negociação com o Governo do Estado. Neste sentido, manifestamos nossa total solidariedade com a coordenação do movimento unificado que, além de manter uma manifestação pacífica, reuniu com o presidente da Assembleia Legislativa e as lideranças partidárias e produziu um acordo vitorioso ao garantir o compromisso dos representantes do governo com a retirada do pedido de urgência dos projetos que deveriam ser votados nesta terça-feira;

- As bancadas do PT, PCdoB, PTB e PSOL reafirmam seu compromisso histórico com a democracia e o pleno funcionamento das instituições democráticas. Portanto, manifestam seu total apoio ao acordo produzido pela coordenação do movimento unificado e respaldado pela assembleia geral realizada na Praça da Matriz, de desbloqueio do acesso à ALRS com a concomitante retirada do pedido de urgência dos projetos de lei por parte do governo;

- Reafirmamos nosso compromisso de discussão dos temas em debate, a partir da retirada do regime de urgência do projeto de criação da Previdência Complementar, da extinção de fundações e demais projetos que precarizam o serviço público e penalizam o povo gaúcho, com estabelecimento de um calendário que discuta as propostas com a sociedade gaúcha.

Bancadas do PT, PCdoB, PTB e PSOL