Nota sobre denúncia impetrada pelo MP, por Ary Vanazzi

Ary Vanazzi

Com a consciência tranquila tenho confiança na Justiça e, assim como em outros momentos, poderei comprovar minha inocência.
Ary Vanazzi presidente do PT/RS e ex-prefeito de São Leopoldo

NOTA A RESPEITO DA DENÚNCIA IMPETRADA PELO MP

O Ministério Público – Comarca de São Leopoldo resolveu oferecer denúncia contra mim e outras pessoas baseada nas investigações da Polícia Civil denominada Operação “Cosa Nostra”, em outras diligências realizadas pelos promotores responsáveis e depoimentos dos supostamente envolvidos.
Respeito, mas lamento a decisão do MP.
Refuto, de imediato, as acusações de formação de quadrilha, peculato, fraude em licitações, pagamento indevido de serviços não prestados e outras não mencionadas ou que poderão surgir que aludem a ações ilícitas durante a minha gestão como prefeito de São Leopoldo.
Nosso Governo foi pleno em realizações, transformou a face do nosso município e elevou a qualidade de vida de todos os leopoldenses. Nossa postura sempre foi de profundo respeito ao interesse público, aos princípios éticos e aos ditames legais. Diante da dinâmica intensa de trabalho podemos ter cometido equívocos, mas jamais em benefício próprio como pretendem fazer acreditar.
A operação “Cosa Nostra” tem origem em denúncias caluniosas promovidas por sujeitos sem qualquer credibilidade, cujo único interesse era incidir na política local e no processo eleitoral que se estabeleceria no ano de 2012.
Por outro lado, depois de mais de três anos de supostos vazamentos seletivos, comunicações apócrifas, ilações perniciosas nas redes sociais, finalmente tomarei conhecimento sobre aquilo que efetivamente sou acusado e poderei organizar minha defesa em juízo e na sociedade.
Com a consciência tranquila tenho confiança na Justiça e, assim como em outros momentos, poderei comprovar minha inocência.

Ary Vanazzi
Presidente Estadual do PT e Ex-Prefeito de São Leopoldo