JPT: Nota contra a privatização do pré-sal e sobre o PLS 131

jpt_2

JPT  CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DO PRÉ-SAL E EM REPÚDIO A POSIÇÃO DO GOVERNO NA VOTAÇÃO DO SUBSTUTIVO AO PLS 131

O PRÉ – SAL TEM QUE SER NOSSO!

Esta semana, tivemos um brutal ataque à soberania nacional, à classe trabalhadora, à juventude e ao povo brasileiro. O Senado, com o acordo do Governo Federal, aprovou o projeto de José Serra (PSDB – SP) que privatiza o Pré – Sal.

Acabar com a política de controle nacional, fazendo com que a Petrobrás deixe de ser a única operadora do Pré – Sal, significa entregar o maior patrimônio público brasileiro a preço de banana para as grandes transnacionais. Algo que o Partido dos Trabalhadores historicamente condenou e combateu.

Continuaremos defendendo a presidenta Dilma e combatendo o golpismo. No entanto, não podemos tolerar esse tipo de medida que afeta a democracia, a soberania e o bem estar social. Não admitiremos posições que comprometem nosso partido, nossa história, nossos parlamentares, nossos verdadeiros aliados e os direitos sociais conquistados pela classe trabalhadora.

O Partido dos Trabalhadores tem o papel de cobrar e combater firmemente esse tipo de medida que distancia o governo dos movimentos sociais e da militância que foi para as ruas e para as urnas eleger um projeto de aprofundamento das transformações sociais no país. O povo confiou na Presidenta Dilma para  defender os interesses da classe trabalhadora e para contrapor as políticas neoliberais e não para se render as chantagens do parlamento e do mercado.

Apoiamos e nos sentimos representados pelos nossos senadores que contrariaram as negociações do planalto e votaram contra as mudanças nas regras da exploração petrolífera. É esse tipo de atuação que a sociedade espera dos parlamentares do PT. É fundamental que nossos parlamentares continuem combatendo duramente a ofensiva conservadora que se articula por meio do congresso nacional para impor retrocessos.

Não vamos aceitar esse atentado à história de luta da juventude e dos movimentos sociais. Foi saindo às ruas com campanha o Petróleo é Nosso, protagonizada pela UNE na década de 1950, que o povo garantiu a criação da Petrobrás e impediu que as grandes transnacionais se apropriassem do Petróleo Brasileiro. Foi também com muita luta que garantimos a destinação Recursos do Pré-Sal para a Educação e a Saúde.

Enquanto jovens, petistas, militantes de diversos movimentos sociais e sindicais, vamos fazer jus a essa história. Não vamos deixar que, nosso patrimônio e a possibilidade de termos um presente e um futuro melhor, sejam entregues de bandeja para as grandes transnacionais.

Por isso sairemos às ruas para dizer em alto e bom tom:

Veta Dilma!
O Pré- Sal tem que ser nosso!