Nota de repúdio ao ataque à Sede Nacional do PT

fachada pt nacional

O PT do Rio Grande do Sul repudia o ataque a sede nacional do partido em São Paulo. A ação violenta é resultado do golpe e do regime de exceção admitido pelo Judiciário, que o governo ilegítimo de Michel Temer impõe a Nação.
O ataque tem a mesma proporção ao realizado contra a Universidade de Brasília (UnB), em 17 de junho, na tática e nos meios de espalhar o terror, que cresce com o fascismo. A exemplo da Itália de Mussolini (após I Guerra), quando o fascismo, autoritário e centralizador, atacou jornais, sindicatos e locais de organização da esquerda. Para o PT, a violência é o resultado deste mesmo repugnante conservadorismo que se vê autorizado, pelo regime de exceção imposto pelo golpe, a atacar aqueles que sempre lutaram a defenderam a democracia e os direitos da classe trabalhadora.
O fascismo só será barrado com o povo nas ruas que, com o aprofundamento da democracia, derrotará o golpe e cobrará das instituições, constitucionalmente responsáveis, restabelecimento o estado democrático de direito.

Porto Alegre, 30 de julho de 2016

Partido dos Trabalhadores do Rio Grande do Sul e Bancado do PT/RS na Assembleia Legislativa