PT/RS fortalece dia de luta contra o desmanche do estado e as políticas recessivas de Temer e Sartori

Executiva 21 a

PT convoca militantes para o dia 25 de novembro, dia de luta contra a PEC 241/55 – PEC da Morte do governo Temer (PMDB) e contra o pacote de desmanche do
Estado do governo Sartori (PMDB).

A Direção Executiva Estadual esteve reunida com as bancadas federal e estadual e os movimentos sociais na tarde desta segunda-feira (21). Os petistas debateram conjuntura nacional, a preparação do 6º Congresso do partido e as lutas que se impõem para o próximo período.

Para o presidente do PT/RS “diante da tentativa do governo golpista de implantar políticas recessivas que destroem o estado, acabam com as políticas públicas para os mais pobres, e secam os investimentos em setores como educação, saúde e assistência social,  partido vai estar nas ruas com sua militância”, anuncia Ary Vanazzi. “Não vamos parar de denunciar e vamos resistir até mudar os rumos desta pauta neoliberal que ataca os trabalhadores e reduz o Brasil a mero paraíso de financista”, avisa o líder petista.

Neste sentido, o PT/RS transferiu a reunião do seu Diretório Estadual, marcada para o dia 25/11, para dia 28/11 segunda-feira, no Sindicato dos Bancários, na rua da Ladeira, 424. “Nossas lideranças regionais, junto a militância, vão se somar ao ato, fortalecendo a luta contra a redução do estado, a retirada de direitos dos trabalhadores e agora contra o desmanche da estrutura do Estado do Rio Grande do Sul”, destacou Vanazzi ao tomar conhecimento das medidas anunciadas pelo governador Ivo Sartori nesta tarde.

Enquanto acontecia a reunião da Direção Executiva do PT/RS, o governador Sartori (PMDB), anunciava, no Palácio Piratini, pacote que prevê, entre outras medidas, a extinção de nove fundações, a demissão de mais mil servidores, a fusão de secretarias, o aumento da alíquota previdenciária e o fim da exigência de plebiscito para privatização de empresas como a Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), a Companhia Riograndense de Mineração (CRM) e a Sulgás.

Ainda nesta tarde, a bancada do PT na Assembleia anunciou que vai reunir com a oposição ao governo Sartori (PT, PCdoB, PSOL) junto com servidores estaduais e suas representações para dialogar sobre as medidas anunciadas pelo Governo. A atividade pública ocorre nesta terça-feira (22), a partir das 13h na Praça da Matriz.

O pacote de medidas deve ser entregue na Assembleia Legislativa, também nesta terça-feira, às 14h. Para o líder da Bancada petista, Luiz Fernando Mainardi, “já que o governo Sartori não dialoga com ninguém a respeito de seus projetos, precisamos mobilizar a sociedade para debater este pacote que, pelo que se anuncia, vem para promover um profundo desmonte do serviço público, afetando diretamente a população, que terá a redução de serviços, em quantidade e qualidade, e encobrir a inoperância deste governo que até agora não disse ao que veio”.