Curso da Perseu Abramo em Porto Alegre começa neste sábado

21032485_1656498777707827_3919416097072469667_n

Inicia-se, neste sábado (26/8), o curso “Gestão e Resistência de organizações populares” oportunizado pela parceria entre PTRS e Fundação Perseu Abramo. Com foco em ativistas de movimentos sociais e populares e a militância de esquerda, o curso inicia com aula inaugural ministrada pela professora Luciana de Aragão Ballestrin* das das 8h30 às 12h30 no Plenarinho da Assembleia Legislativa. Ainda há vagas e as inscrições podem ser feitas na página da Perseu Abramo http://difusao.fpabramo.org.br

Os Cursos são gratuitos e acontecem ao longo de 3 meses sendo desenvolvidos na modalidade a distância, com 110 horas totais, sendo 90h on – line e 20h presenciais.
Dentre as aulas presenciais constam: abertura, encerramento e três oficinas virtuais.

São 15 aulas virtuais que discutem políticas públicas no Brasil e estratégias de organização no pós Golpe.

Porto Alegre um dos seis municípios escolhidos para acolher esta etapa (Porto Alegre, São Leopoldo, Rio Grande, Santa Maria, Cruz Alta e Itatiba do Sul).

*Professor José Carlos Moreira da Silva Filho
Possui graduação em Direito pela Universidade de Brasília (1993), mestrado em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (1996) e doutorado em Direito pela Universidade Federal do Paraná (2002). Foi professor do Programa de Pós-Graduação em Direito da UNISINOS (mestrado e doutorado), Avaliador do Ensino Superior MEC/INEP/OAB e Conselheiro e Vice-Presidente da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça. Atualmente é professor no Programa de Pós-Graduação em Ciências Criminais da PUC-RS (mestrado e doutorado) e na Faculdade de Direito da PUC-RS.
É também Bolsista Produtividade do CNPq. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Filosofia do Direito, Criminologia e Direitos Humanos, atuando principalmente nos seguintes temas: justiça de transição, crimes do Estado, hermenêutica filosófica e jurídica, pluralismo jurídico e ensino jurídico. Atualmente concentra suas pesquisas e suas demais atividades acadêmicas na temática da Justiça de Transição e dos Crimes do Estado.