PT gaúcho propõe criação do Comitê Marco Aurélio Garcia

69392_462889640416908_2115229128_n

Marco Aurélio Garcia foi pilar da política externa de Lula e do PT

A Executiva do PTRS aprovou, nesta segunda-feira (7/8) um projeto de Resolução apresentado pelo secretário de Relações Internacionais, Jorge Branco, propondo a criação do Comitê Marco Aurélio Garcia de Relações Internacionais. O Comitê, que homenageia o militante petista histórico Marco Aurélio Garcia, falecido recentemente, deverá funcionar articulado com o Diretório Nacional do PT e fazer relações com outros partidos, organizações e personalidades vinculadas à esquerda e à democracia. Deverá também acompanhar o Fórum Social Mundial e o Fórum de São Paulo.
Segundo Jorge Branco, o Comitê será composto por militantes, filiados e simpatizantes que, de forma aberta, acolherá aqueles que querem debater o quadro internacional a partir da perspectiva do PT. “A ideia é trabalhar com principalidade a defesa dos direitos humanos; do feminismo e do internacionalismo; da defesa dos recursos naturais do continente; da soberania nacional e dos povos; da integração latino-americana; dos direitos dos imigrantes, apátridas e refugiados; do combate ao oligopólio privado da mídia e da luta contra a intervenção do imperialismo na desestabilização das democracias no continente”, detalha ele.
As relações internacionais do PT e a ação deste Comitê darão base e pressupostos da luta contra o neoliberalismo, do combate ao imperialismo, da defesa da democracia, da defesa da soberania dos povos e da unidade da esquerda. “Nossa intenção é reforçar e fomentar o debate e ações, nas quais o PT tem tradição, das relações internacionais e na solidariedade com as lutas populares, em especial, no Cone Sul da América do Sul”, informa Branco, ressaltando preocupação de recessão, desemprego, de ataques à democracia e à soberania , de crescimento da imposição do imperialismo.
O projeto ainda passará por apreciação do Diretório do PTRS,