NOTA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS – DIA DA CONSICÊNCIA NEGRA

20171120-jornal-sul21-mr-201117-6025-80

NOTA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS
20 DE NOVEMBRO- DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

Para que serve um dia da Consciência Negra?
Para os movimentos negros e ativistas, temos a data como celebração das lutas e conquistas realizadas ao longo da história brasileira. Dia de celebração das lutas e de inúmeras reflexões. Por exemplo:Atualmente em nosso país, majoritariamente urbano, temos as favelas brasileiras como símbolos de um período pós escravidão negra, corpos expulsos e excluídos de uma sociedade marcada pelo racismo, e atualmente ausência de um estado forte para combater as desigualdades ao qual a população negra está inserida. Ou seja, “A pobreza nunca foi somente questão de classe. Gênero e raça sempre a envolveram”.
Mas quem é a classe trabalhadora no Brasil? O Brasil tem 207.660.929 habitantes, segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgada no corrente ano. Segundo última pesquisa do IBGE, no terceiro trimestre deste ano, 8,2 milhões de trabalhadores pretos e pardos estavam à procura de emprego. O número corresponde a 63,7% dos cerca de 13 milhões de desempregados existentes no país. Mulheres negras, majoritariamente em postos de trabalhos preconizados compõem esse estatística. Ou seja, os desempregados neste pais essa classe trabalhadora, tem cor e gênero.
Sobre o tema da violência, levantamento feito pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública mostra como a população negra está mais exposta à violência no Brasil. Os negros representam 54% da população, mas são 71% das vítimas de homicídio. Mulheres negras, na cifra de 54% dos crimes de feminicídio na última década, conforme o Mapa da Violência 2015.
Então para que serve o dia da consciência negra? Serve pra deixar nítido que vivemos em um país racista e que negras e negros, bem como a população branca necessita combater com seriedade esse problema em nosso país.