PLEBISCITO DA PRIVATIZAÇÃO: Sartori quer atropelar o Parlamento gaúcho

Imagem: Ronaldo Quadrado / PTSul

Ao protocolar o projeto de lei 69/2018, nesta quarta-feira, o Governo Sartori tenta constranger o Poder Legislativo. O projeto é uma nova tentativa de alterar a legislação sobre a realização de consulta plebiscitária no Estado para privatizar empresas estatais históricas e estratégicas para desenvolvimento do Rio Grande do Sul.
A manobra de Sartori, às vésperas de se licenciar para concorrer à reeleição, busca omitir a incompetência deste governo, criando um factoide para prestar contas aos interesses privados. É uma jogada pirotécnica que avança sobre as prerrogativas do Legislativo, interferindo na independência dos poderes.
O governo demonstra, mais uma vez, que não conta sequer com a maioria que possui no Parlamento. Tenta, também, no final de sua gestão, constranger e responsabilizar a Assembleia Legislativa.
Ao não resolver os problemas da crise no estado, mais uma vez, com sua marca autoritária, o governo tenta interferir na Assembleia. Se não consegue atingir seus objetivos jogando dentro do regramento atual, tenta mudar as regras quase ao final do campeonato.

Deputada Stela Farias – Líder da Bancada do PT na ALRS