Nota da Setorial de Cultura do PT RS

A Secretaria Estadual de Cultura do Partido dos Trabalhadores manifesta indignação por outro gesto de extermínio vindo da Prefeitura Municipal de Porto Alegre/Secretaria Municipal de Cultura ao pretender modificar os preceitos dos Fundos Públicos, incluindo Funcultura, Fumpach e Fumproarte, e convida artistas e ativistas culturais para comparecerem na Câmara Municipal, dia 4 de julho, às 14 horas para expressarem seu descontentamento com o ódio que o prefeito manifesta ao povo de Porto Alegre, às artes e cultura.

Funcultura e Fumpach são fundos públicos de financiamento criados juntos com a própria SMC pelo professor Joaquim José Felizardo. O Fumproarte surgiu na Administração Popular, quando o secretário e jornalista Pilla Vares ouviu artistas, criadores,  produtores e funcionários da SMC, despontando como consequência do diálogo,  um terceiro mecanismo de financiamento direto aos artistas locais.

Desde o ano de 1996, com a criação da UNESCO, Convenções Internacionais recomendam a necessidade da implementação de políticas públicas de fomento, difusão e proteção das expressões locais e diversificadas de culturas, também como práticas de inclusão social.

Dos três fundos,  a cidade conheceu inúmeros programas e projetos como a Descentralização da Cultura, o maior programa permanente dedicado aos bairros e à cultura dita popular no Brasil , hoje inexistente; o restauro e reciclagem de prédios públicos, como o Arquivo Histórico Moises Vellinho, proposto pelo Orçamento Participativo  no Partenon,  toda a gama de livros, CDS, filmes, catálogos, exposições de arte, espetáculos de música e teatro nos palcos e nas ruas, festivais de arte, capoeira, carnaval, festas religiosas,  grafites, fanzines, cinema, impossíveis de citar em uma nota.

Bom lembrar que em 2002 o Fumproarte foi selecionado junto com mais três programas no Brasil,  pelo Jornal Estado de São Paulo ao Prêmio Multicultural Estadão, na categoria Fomentadores.

 

Viva a Arte e a Cultura libertárias e para todos!

Porto Alegre, 2 de julho de 2018

Setorial Estadual de Cultura do PT.